sexta-feira, 27 de maio de 2011

...Nada de Decor, porque o quê me apetece hoje...



Ando a viver um momento zen. De paz interior, daquela que chega depois de uma enorme tempestade emocional. Daquela paz que só é possível depois de ter gritado ao mundo tudo o que vai cá dentro e de ter arrumado assuntos soltos nas devidas gavetas. Ainda não estão todas bem fechadas, ainda existem umas pontas de uns laçarotes, que usei para enfeitar as caixinhas, que estão soltas, porque são de um tecido mais díficil de moldar. Mas já consigo ver com clareza o que não fazia sentido aqui há umas duas semanas. E já consigo perceber que o caminho se faz caminhando. Sem pressa, mas com algumas paragens. Parar para reflectir, sim. Claro que sim. Mas neste jogo que é a vida, não vale ficar sentado à espera das respostas. Não adianta olhar trinta mil vezes para a esquerda e outras trinta mil para a direita à espera que um ser do outro mundo desça e nos dê as respostas todas. Isso seria facilitar o processo, seria como comprar aquele livro que andamos há imenso tempo para ler e começar pelo fim... qual é a piada?
Neste meu caminho, onde vou recolhendo algumas peças de mim que perdi, por aí, onde vou guardando em mim as muitas mulheres que já fui e que me ajudaram a ser quem sou, sei que vale a pena abdicar, por um momento que seja, de tudo o que temos como certo sobre nós próprios. A estrada torna-se menos monótona.

3 comentários:

  1. Oi, Valéria!
    Vim te convidar pro no SORTEIO no meu blog. Bora lá participar!
    Beijins,
    Andrea Guim

    ResponderExcluir
  2. oi Valeria....amei seu estilo....eu pinto telas, é a paixão de minha vida e resolvi finalmente investir, se puder faça uma visitinha ao meu blog...estou tentando promover o meu trabalho, e divulgar fora de minha cidade, se tiver dicas, serão bem vindas...abraço...sua nova amiga....Renata Martinez

    ResponderExcluir
  3. Ola Valéria! lindo texto, parabéns pelo blog.
    Feliz 2014, felicidade sempre... rerererre
    Abraço.

    ResponderExcluir